Fotos

1º dia da Oficina de Stop Motion, ministrada por Jamile Coelho

Oficina de Stop Motion : Ester Gadelha - 7 anos

Acompanhando a Contação de Histórias com Danielle Andrade : Francisco - 1 ano e meio

Acompanhando a Contação de Histórias com Danielle Andrade : Heloísa - 3 anos

Acompanhando a Contação de Histórias com Danielle Andrade: Tião - 5 anos

Registro da Contação de Histórias com Danielle Andrade - 03/04

Registro da Contação de Histórias com Danielle Andrade - 03/04

Assistindo ao filme "João, o Galo Desregulado" : Tião - 5 anos

2° dia da Oficina de Stop Motion, ministrada por Jamile Coelho

3° dia da Oficina de Stop Motion, ministrada por Jamile Coelho

Desenho de Grazielly inspirado no filme "Dela", de Bernard Attal. "Achei linda, a forma que o pai explicou para ela o porquê do nome dela ser Mandela, a maneira como ela respondia quando as pessoas faziam Bullying com ela, eu acho que toda criança deveria ter resposta na ponta da língua como ela tem. Gostei muito! Mostra coisas que muita das vezes o mundo fecha os olhos, já sofri o mesmo que aquela menininha, só que por conta de ser gorda, gostaria muito de quando eu sofri Bullying ter a resposta na ponta da língua como ela". Grazielly da Silva

Grazielly Cristiany Pereira da Silva - Turma 1º C da Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline)

Ana Júlia assistindo ao filme "Cores e Botas", de Juliana Vicente, sobre o qual produziu um desenho.

Ana Júlia Almeida dos Santos - 4º ano, Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline)

Desenho de Vinicius inspirado no filme "João, o Galo Desregulado", de Camila Carrossine e Alê Camargo

Vinicius Gabriel Pereira de Souza - Turma 1º E, Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline)

"Esse é o meu cabelo e o meu nome é Mandela". Desenho de Myllena Menezes inspirado no filme "Dela".

Myllena da Costa Menezes - 1º Ano - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

Myllena Menezes assistindo ao filme "Dela", de Bernard Attal, sobre o qual produziu um desenho.

Myllena da Costa Menezes - 1º Ano - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

"Eu Queria Ser Um Mostro mostra o dia a dia do menino com crise de bronquite e sua dificuldade em matemática e sua relação com seus pais". Desenho e impressões de Kariny Amorim sobre o filme "Eu Queria Ser Um Monstro", de Marcelo Marão.

Kariny Souza Amorim - 9º Ano - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

"Esse é o meu cabelo e o meu nome é Mandela". Desenho de Kemily Andressa inspirado no filme "Dela".

Kemilly Andressa de Matos Raymundo - 1º Ano - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

Kemily Andressa assistindo ao filme "Dela", de Bernard Attal, que foi tema de seu desenho.

Kemilly Andressa de Matos Raymundo - 1º Ano - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

Pró Moema trabalhando conteúdos relacionados aos filmes da Mostra Luz Mágica com estudantes da Escola Municipal de Canabrava.

Professora Moema Duque Soares - Escola Municipal de Canabrava, em Salvador-BA

Filme "Menino do Cinco", de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira, sendo exibido durante aula da Pró Moema.

Professora Moema Duque Soares - Escola Municipal de Canabrava, em Salvador-BA

"Desenho feito por Heloisa, inspirado no filme “A História do Monstro Khátpy”, de Kamikia P.t. Kisedje, Kokoyamaratxi Suya, Whinti Suyá, Kambrinti Suya e Yaiku Suya."

Heloisa Valesca da Silva - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

"Eu escolhi esse desenho para retratar pela curiosidade que ele dá pelo fato de nascer uma flor na cabeça do bebê que faz ele parar de chorar". Comentário e desenho de Rodrigo, inspirado no filme "O Menino Cabeça de Flor", de Vanessa Heeger.

Rodrigo Carlos Araújo dos Santos - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

"Cores e botas, achei muito legal o jeito em que eles remetiam que estavam nos anos 80 Como mostrar acontecimentos e a moda da epoca, eu esperava muito que Joana fosse escolhida, mas infelizmente não foi, por causa de seu tom de pele, fiquei indignada e triste porque isso obviamente acontece ainda nos dias de hoje, mas fiquei imensamente feliz quando Joana decidiu ser fotógrafa, tendo um novo sonho e remetendo a mim que eu posso ser tudo, basta eu querer e tentar várias e várias vezes". Relato e desenho de Bianca sobre o filme Cores e Botas, de Juliana Vicente .

Bianca Rodrigues - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)

Bianca Rodrigues assistindo ao filme Cores e Botas, de Juliana Vicente, sobre o qual produziu um desenho.

Bianca Rodrigues - Escola Estadual Malik Didier Namer Zahafi, em Mato Grosso (profª Jaqueline Santana)